Mercados de divisas principais

A negociação de divisas estrangeiras é efectuada, essencialmente, de duas formas distintas. Num câmbio organizado e no mercado de balcão, ou "over the counter". O câmbio de divisas representa apenas uma porção muito pequena do total do mercado de divisas.

A grande maioria das negociações de divisas estrangeiras são efectuadas entre bancos e outros participantes no mercado de divisas "over the counter".

Câmbio de divisas

No caso de um câmbio organizado, como o Chicago Mercantile Exchange (CME) nos EUA, os volumes de contratos estandardizados de divisas que representam um certo valor monetário são negociados nos Mercados Monetários Internacionais (MMI).

Comece Já a Negociar

80.5% das contas de CFD de retalho que perdem dinheiro.

Uma central de validação organiza as transacções entre as contrapartes. Há várias desvantagens em negociar futuros de divisas, como é explicado no capítulo "Vantagens de negociar em Forex".

Mercados de divisas

Em comparação, o mercado de balcão, ou "over-the-counter", é negociado em todo o mundo por uma multiplicidade de participantes, sendo a qualidade de preços, reputação e condições de negociação que determinam com quem um participante deseja negociar.

É provavelmente o mercado mais competitivo do mundo. Corretores como a ACM precisam assegurar-se que estão ao nível dos mais elevados padrões de serviços e em conformidade com os padrões e práticas do mercado, por forma a conquistarem novos clientes e a manterem os existentes.

Em 2007, uma sondagem efectuada pelo Bank for International Settlements (BIS) mostrou que o turnover global de dealers era de cerca de USD 3.2 triliões por dia, representando um aumento de mais de 60% desde 2004.

De entre os vários centros financeiros em todo o mundo, a maior parte das negociações de divisas estrangeiras é efectuada no Reino Unido, ainda que a divisa do país, a Libra Esterlina, é menos negociada no Mercado de divisas que outras. Como é mostrado no gráfico abaixo, o Reino Unido representa cerca de 34% do total global. Os Estados Unidos estão num longínquo segundo lugar com 17%. A Suíça é terceira com 6.1%, com o Japão a ficar-se pelo quarto lugar com 6%.